À toa

Ser atéia de vez em quando é uma quenga!
A gente fica em cada saia justa…
Outro dia tava uma galera viajando, daí alguem falou: vamos rezar? VAMOOOS!!
E a Elisenha, que que faz? abaixa cabeça, fecha o olho e murmura.. só pra não ficar chato na câmera (sim, tavam filmando)
E no casamento? Além daquela senta levanta insuportável, tem todas aquelas frases que eu nunca soube, nem nunca vou saber, tem que rezar… ai meu Deus…
Daí DE NOVO tavam filmando, mas daí eu falei, “quer saber, dane-se” e não murmurei, nem fechei o olho, neem abaixei a cabeça! Aaa fiz a loka! Fiquei bem mudinha, sem abrir a boca, olhando pra câmera, quase em tom de desafio (uau!) ou pras pessoas em volta:o padre, os noivos, os padrinhos (entre eles meus pais) também rezando, mas praquele pequeno martírio acabar!

Depois do casório me ocorreu uma nova nota mental, na verdade, um pedido:
Não me chamem pra ser madrinha, fica aqui o registro para essa e paras próximas gerações de noivos, não me chamem pra abençoar a relação de vocês. Se vocês me amarem, me entenderão!

4 comments

  1. Filipe · October 17, 2007

    Atéia ou agnóstica?

    Ah, eu fui criado como católico e até hoje não sei a hora de sentar nem de levantar… e guardo as orações na cabeça só para não ter de fingir nessa hora. rs

    beijos

  2. murilobiagiotti · October 18, 2007

    Nem vem não que se um dia eu casar ainda vou te chamar pra madrinha do mesmo jeito, e vc não precisa se preocupar tanto com o que fazer nessas horas, se vc respeitar o que as pessoas estão fazendo tem a impressão de que eles vão te repeitar tambem.

  3. Juliana · October 21, 2007

    talvez o problema seja q vc encare isso como uma ofensa, interessante como as coisas mudam de meio em q estamso inseridos. Na facul por exemplo, ser como eu ou o murilo, católicos, é de certa forma mal visto, parece q somos um bando de imbecis q acreditam em dogmas ultrapassados. Em um casamento ser atéia, parece q vc está insultando todo mundo.
    sinceramnte eu acho eh q as pessoa se preocupam demais com os outros, quer ser atéia e não rezar ou nem ir num casamento, faça isso!

    agora q vc me fez mexer no meu altar fez, puta q pariu, vou ter q pensar em outras pessoas agora!!!!!

  4. Paulo · February 28, 2008

    Olá,

    Desculpa, mas fucei mesmo o “mememe”.

    E sendo ateu, sinto o mesmo.

    Mas esta não é a única situação embaraçosa.

    Ceia de Natal na casa da sogra, a certa altura todos se levantam e vão pra sala – toca um ‘pai nosso’… putz, e agora?

    Páscoa, você que é comer chocolate mas tem de ouvir algum chato falando da “ressurreição” e te explicando que o ovo é uma contribuição pagã tal tal… saco!

    Vc vai à caixa de correio e vê um vizinho pondo papeizinhos nas caixas de todos… hum, será herbalife? Não, convite pra culto sei lá do quê (antes fosse herbalife) e ele, como te vê, resolve perguntar se vc é “da igreja”. Dá uma vontade de dizer “da igreja de Satã, com muito amor”, não dá?

    E as Testemunhas de Jeová? Assim que te entregarem o panfleto, agradeça e corra, Lola, corra! Não dê brecha par uma perguntinha sequer!

    O Dawkins tem razão, somos uma minoria desrespeitada e, no fim, parece que somos nós que ofendemos os “pobres cristãos (judeus e muçulmanos)” porque não compartilhamos de suas superstições medievais.

    ah.desabafei.com.br

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s