Desapego

Acho que a palavra no ano é Desapego.

Pelo menos na minha vida ela tem surgido dos mais variados lugares e formas.

Meu namorado estava de mudança e eu fiquei insistindo pra que ele jogasse várias coisas fora. Eu, assim como ele, guardo todo tipo de quinquilharia que você, querido leitor, pode imaginar. Sério… Então, no meio dos meus “Você precisa mesmo disso?” Ele disse: Quando você se mudar vou falar pra você jogar várias coisas fora” Eu, instantaneamente, congelei.

Sei lá qual a explicaão psicológica disso, só sei que eu sempre guardei coisas que me lembrava pessoas, lugares, momentos…

Depois do episódio da mudança, estava eu na yoga quando a professora começou a falar sobre… desapego! Não só deixar de lado objetos, mas também pessoas, situações, sentimentos… Aí comecei a achar que jogar fora uma ou outra tranqueira não seria tão ruim. Como você deixa sentimentos? Taí um troço difícil…

Então passados uns dias dessa aula, eu tenho a maior crise de rinite da década e passo o domingo espirrando, mesmo depois de tomar remédio. Então, minha mãe fala:

Quarto de alérgico não pode ser assim, cheio de coisa!

 

Aí bateu aquele peso na consciência e eu resolvi desapegar. Todos os dias eu abria a porta do meu armário e desapegava um pouco. Não foi fácil, mas apesar de ainda continuar cheia de coisas, me sinto mais leve. E acho que o bicho do desapego grudou e eu continuo querendo abrir as portas e sortear um item do armário pra ir pro lixo ou conhecer uma nova dona.

Ainda vou guardar muita coisa, mas o que eu não uso, não lembro quem me deu, de onde veio, não tem mais por que ser guardado. Desapegar faz bem, fora que é gostoso reencontrar umas coisas perdidas aqui e ali.

Sugiro que todo mundo faça a semana do desapego, em que todo dia abre uma porta do armário, uma gaveta e tira alguma coisa de lá. Mesmo que seja só uma coisa, você vai perceber quanta inutilidade guarda em casa.

One comment

  1. ANGELA NASCIMENTO · May 24, 2011

    EU DESAPEGUEI!!!!DO MEU EX MARIDO, GRAÇAS A DEUS EAS PALAVRAS QUE CONHECI DO DESAPEGO, TUDO NA VIDA TEM UM PREÇO E O PREÇO DE TENTAR CONTINUAR CASADA ESTAVA SAINDO CARO DMAIS PARA MINHA SAÚD, IMAGINEM…EM DEZ ANOS DE IDAS E VINDAS, DAÍ…ME DESAPEGUEI^. CONTINUO VIVENDO…E MAIS FELIZ!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s